Artigo – Edema e febre do leite; saiba como tratar

Os produtores sofrem normalmente com o aparecimento de edema em vacas ou novilhas paridas. O edema de úbere é causado por um desequilíbrio de fluidos na vaca. As novilhas possuem maior risco, pois suas glândulas linfáticas não estão totalmente desenvolvidas ainda. Estas glândulas são responsáveis pela drenagem dos fluidos do corpo. Um animal com um edema excessivo não pode ser ordenhado propriamente devido ao congestionamento e dor. Ele ficará relutante em deitar e só andará quando for realmente necessário. O ligamento suspensório sofrerá com grandes inchaços, o que pode gerar os chamados úberes caídos.

O consumo alimentar é influenciado negativamente em animais que possuem edema. Um erro é se o animal come volumoso ou concentrado com um alto nível de proteína. A proteína estimula os sinais de leite antes do parto. Muitas vezes as novilhas e as vacas secas comem pasto com um nível muito alto de proteína. O total de proteína na ração seca deve ser entre 12 e 14%. Quando existe um excesso de edema, o sal aniônico pode ser dado para extrair o fluido do animal. No entanto, não é recomendado dar muito sal durante as últimas semanas pré-parto, pois o excesso fará o animal acumular mais liquido. O pH corporal irá aumentar para 7.5. O aumento do pH pode ser mensurado por um teste de urina. O ideal é deixar o pH nas últimas duas semanas de gestação entre 6 e 7.

Como prevenir o edema de úbere

Deixe as novilhas e vacas andarem pelo menos cinco quilômetros por dia, todos os dias. Coloque água em um lado do piquete, e a comida, em outro. Desta maneira, elas terão que caminhar o dia todo.
Se a vaca tiver muito edema, o produtor pode começar a ordenhar a vaca antes do parto. Não terá colostro, mas prevenirá o úbere caído.

Febre do leite

Um alto pH também poderá aumentar o risco de febre do leite. A febre do leite é uma deficiência de cálcio no corpo da vaca, especialmente nas mais velhas, que não são capazes de mobilizar cálcio dos ossos tão rapidamente quando a produção de leite começa após o parto. Se a vaca não conseguir ficar em pé, deverá ser feita uma aplicação intravenosa de cálcio e magnésio. Deve-se apontar a agulha para o úbere e injetar lentamente, para evitar causar taquicardia na vaca e levá-la a morte.

Informações: Fokko Tolsma – Consultor Técnico em Gestão e Manejo de Gado Leiteiro da CRV
Tradução: Fernanda Gutierrez

Leave a comment

Please be polite. We appreciate that. Your email address will not be published and required fields are marked