Medicina Veterinária da UFJF poderá apoiar pesquisas da Embrapa Gado de Leite

O anúncio da criação do curso de Medicina Veterinária da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), feito na semana passada pelo reitor Henrique Duque, foi muito bem recebido pelos pesquisadores da Embrapa Gado de Leite. Para o chefe-geral da instituição, Duarte Vilela, o novo curso poderá contribuir com as ações da Embrapa por meio da participação de estudantes e professores em projetos de pesquisa.

Um hospital de Medicina Veterinária para animais de grande porte será construído para dar suporte ao novo curso da UFJF. As obras terão início em 2014, na área de 130 hectares cedida em comodato pela Embrapa, no Campo Experimental José Henrique Bruschi (CEJHB), que fica na rodovia MG 133, a 34 quilômetros de Juiz de Fora. Serão investidos R$ 8 milhões e a expectativa é que a obra esteja concluída até 2016.

O hospital ficará próximo ao Complexo Multiusuário de Bioeficiência e Sustentabilidade da Pecuária. O Complexo é um conjunto de laboratórios, que ocupa uma área de 14 mil metros quadrados, em Coronel Pacheco-MG. Somado à estrutura já existente no CEJHB, o Hospital irá compor uma dos maiores conjuntos de estudos em pesquisa animal do Brasil.

De acordo com Duque, a infraestrutura e a equipe da Embrapa são de altíssima qualidade. “A união dos esforços entre as instituições irá garantir que o Hospital Veterinário da UFJF seja um dos melhores do país”.

O curso de Medicina Veterinária terá duração de cinco anos e será ministrado no turno diurno, com 50 vagas por semestre, contabilizando cem vagas anuais. Tanto Duque, como Vilela, afirmam que o novo curso vem atender uma demanda antiga da região. As aulas serão ministradas em Juiz de Fora, nas salas da UFJF onde funcionam as Faculdades de Odontologia e Farmácia.

Informações Embrapa Gado de Leite

Fazenda Calciolândia promove leilão virtual

Será realizado na próxima quinta-feira, 28 de novembro, o 20º Leilão Virtual Gir Leiteiro Calciolândia. O remate terá início às 21 horas e será transmitido pelo Canal Rural.

Serão ofertados 31 lotes de animais. Entre eles:

Lote 03 – Cacheada Fiv Cal
Produção: 5.128
VG: 1.258
Nascimento: 03/08/09
Linha baixa: Fb Zelosa
Linha alta: C. A. Sansão
Segue parida em 24/06 de Fêmea do APOLLO CAL.E e está prenhe do Jaguar Gavião Previsão de Parto para Maio/14

Lote 15 – Exposição Fiv Cal
VG: 1.251
Nascimento: 29/05/11
Linha baixa: Nata Pati da Cal
Linha alta: C. A. Sansão
Segue prenhe de Femea do PH UISQUE, previsão de parto JAN/14.

Participe!

Confira o catálogo no link abaixo:

http://www.programaleiloes.com/common/uploads/anexos/1314113434L_2.pdf

Concurso público da Secretaria de Agricultura do RS encerra amanhã inscrições

Há vagas para Médico Veterinário, Engenheiro Agrônomo e Engenheiro Florestal. Remunerações chegam a R$ 3 mil.

Interessados em ingressar na carreira pública tem até amanhã, 06 de novembro, para fazer inscrição para o concurso público da Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Agronegócio do Rio Grande do Sul.

Estão disponíveis 130 vagas para veterinários, engenheiros agrônomos e engenheiros florestais que atuarão como fiscais agropecuários e técnicos superior, e também para formação de Cadastro Reserva distribuídos nas Supervisões Regionais.

Os salários variam de R$ 3.056,70 a R$ 3.084,90, mais gratificações.

Veja o edital no link abaixo:

http://bit.ly/18JWbUt

Concurso Público

Inseminação Artificial é tema de curso em Três Lagoas

De acordo com o site Notícias da Pecuária a partir desta segunda-feira, 04 de novembro, colaboradores de propriedades rurais de Três Lagoa (MS) participam da capacitação do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Senar/MS, integrado ao Sistema Famasul, sobre inseminação artificial.

O curso tem como objetivo apresentar os conhecimentos científicos disponíveis na área de inseminação artificial de bovinos, participando efetivamente de atividades teórico-práticas.
Serão abordados os seguintes assuntos: Considerações gerais sobre inseminação artificial; Organização e planejamento da propriedade para a implantação da inseminação artificial; Noções de anatomia e fisiologia do aparelho reprodutor feminino e masculino; Identificação do cio; Horário da inseminação artificial; Considerações gerais sobre o sêmen; Prática de introdução de pipetas; Manejo de Botijão; Procedimento sequencial da inseminação artificial; Medidas de segurança no trabalho, meio ambiente, novas exigências profissionais e cidadania (desenvolvidos ao longo do evento).
A capacitação será realizada no Distrito de Arapuá e termina no dia 8 de novembro.
Informações pode ser obtidas pelo telefone (67) 3521-4049 ou 3521-2452.

Utilização de forrageira adequada garante produtividade do gado leiteiro

De acordo com o pesquisador da Embrapa Trigo Renato Fontaneli, investir no planejamento forrageiro pode garantir a sustentabilidade do produtor de leite, principalmente utilizando áreas ociosas com pasto de qualidade, silagem, feno e grãos de cereais.

A média de produção de leite no Brasil é de 4 litros/vaca/dia, enquanto que o potencial chega a 20 litros/vaca/dia. Em Passo Fundo, RS, a média é de 11 litros/vaca/dia, mas o setor produtivo se mobiliza para crescer ainda mais.

O entrave, segundo os especialistas, está nos custos de produção, sendo que entre 40 e 60% dos gastos com o plantel está na alimentação dos animais.

De acordo com o pesquisador Renato Fontaneli, investir no planejamento forrageiro pode garantir a sustentabilidade do produtor de leite, principalmente utilizando áreas ociosas com pasto de qualidade, silagem, feno e grãos de cereais.

Entre as opções de forragens recomendadas pela Embrapa estão trigos, triticale, centeio, aveias, azevém, trevos, cevada, capim sudão e capim elefante.

Gado Gir Leiteiro

 

Congresso Internacional do Leite será realizando em Rondônia na próxima semana

O evento da Embrapa Gado de Leite que será realizado pela primeira vez na Região Norte do Brasil, está na décima segunda edição, já tendo percorrido os estados de Alagoas, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

A cadeia produtiva do leite se destaca como uma atividade econômica em ascensão nos estados do Norte, respondendo por 5,2% do total da produção brasileira. Com mais de 700 milhões de litros de leite/ano, Rondônia é o maior produtor, respondendo por 42% do leite da Região.

Mas a maioria dos produtores do Norte do país ainda convive com problemas estruturais como a baixa produtividade, decorrentes da não adoção de tecnologias e de mão de obra pouco especializada.

O Congresso Internacional do Leite pretende chamar a atenção para tais problemas e apontar medidas para solucioná-los.

O evento acontece de 5 a 8 de novembro, em Porto Velho (RO), no Instituto Luterano de Ensino Superior de Porto Velho (Ulbra) e será composto por duas atividades distintas: O XII Workshop de Políticas Públicas e o XIII Simpósio de Sustentabilidade da Atividade Leiteira. A realização é da Embrapa Gado de Leite, Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Regularização Fundiária de Rondônia, Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Social de Rondônia.

As inscrições para estudantes e produtores custam R$ 50,00, profissionais e outra categorias R$ 100,00. Os formulários para inscrição e a programação completa podem ser consultados no site www.cnpgl.embrapa.br/congresso2013

Filha de Jaguar TE do Gavião é nova recordista mundial

De acordo com reportagem do site Notícias da Pecuária,  a vaca BANDEIRA – CTAC 20 bateu recorde mundial na categoria Vaca Jovem durante concurso leiteio da Exposição de Goiânia.

Durante o Concurso Leiteiro da 1ª Exposição Regional do Gir Leiteiro de Goiânia (GO) a vaca BANDEIRA – CTAC 20 bateu um novo recorde mundial na categoria Vaca Jovem – Acima de 36 até 48 meses com produção ao final do concurso de 169,700 kg, e média diária de 56,567kg de leite.

A Expositora é Maria Tereza Lemos Costa Calil e o Criador Clovis Tadeu de Andrade . O recorde anterior era de 55,947kg, que foi obtido durante a 6ª Exposição Especializada do Gir Leiteiro de Uberlândia (MG).

 

Interleite Nordeste será realizado em novembro na cidade de Salvador

De acordo com o site Notícias da Pecuária, a capital da Bahia recebe nos dias 06 e 07 de novembro, no Grand Hotel Stellla Maris, o Interleite Nordeste 2013. O evento contará com palestras que abordarão sobre a pecuária de leite local.

As palestras abrangerão as diferentes realidades do leite no Nordeste, tanto sob a ótica da produção irrigada em grandes projetos, como também a produção em sequeiro, nas condições do semiárido, assim como temas como organização da cadeia produtiva, atração de investimentos e políticas públicas, entre outros.

“O Nordeste talvez seja a região mais heterogênea em produção de leite, o que implica em maior complexidade para contemplar os diferentes perfis de produtores, mas consideramos que é a hora do Interleite criar uma programação específica para a região”, explica Marcelo P. Carvalho, coordenador do evento.

Confira a programação:

http://www.interleite.com.br/nordeste/index.html

Interleite Nordeste

 

ABCZ reafirma a parceria com a ABCGIL na Prova Nacional de Produção de Leite – Gir Leiteiro Sustentável

Na última quinta-feira (17/10) o Superintendente Adjunto de Melhoramento Genético da ABCZ Carlos Henrique Cavallari visitou a Prova Nacional de Produção de leite: Gir Leiteiro Sustentável com Novilhas Gir Leiteiro. Acompanhado pelo Coordenador Operacional do PNMGL, André Rabelo Fernandes, durante a visita o Superintendente da ABCZ reafirmou a parceria com a ABCGIL na Prova de Novilhas. A ABCZ apoia a prova através da realização do controle leiteiro oficial e também na execução de projetos paralelos que estão sendo realizados no local.

A prova está sendo realizada no município de Uberaba-MG, tendo na Coordenação a Associação Brasileira dos Criadores de Gir Leiteiro – ABCGIL, a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais – EPAMIG e a Embrapa Gado de Leite – CNPGL com apoio da Associação Brasileira de Criadores de Zebu – ABCZ, das Faculdades Associadas de Uberaba – FAZU, do Hospital Veterinário de Uberaba – HVU e da Universidade de Ueberaba – UNIUBE.

A prova conta com a participação de 25 novilhas Gir Leiteiro de primeira cria de criadores de todo o país e terá a duração de 14 meses. As novilhas chegaram no dia 27/06 durante a 15ª Exposição Nacional do Gir Leiteiro – Megaleite 2013.

As novilhas passarão por um período de adaptação de 60 dias que coincidirá com o pré-parto, recebendo alimentação e manejo específicos para esta fase.

As novilhas pariram no período de agosto a outubro deste ano.

Com base nos dados obtidos será feita análise econômica da atividade, levando em consideração os custos fixos (depreciação de instalações, máquinas, equipamentos; remuneração do capital investido, inclusive terra) e os custos variáveis (insumos, mão-de-obra, manutenção de máquinas e equipamentos, transporte e remuneração sobre o capital investido).

Serão levantados os custos do leite, a renda bruta e a taxa de retorno sobre o capital investido.

Serão identificados índices econômicos de produção por animal.

A divulgação dos resultados será durante a Expogenética 2014. Os resultados obtidos também serão apresentados em congressos e publicados em revistas e midias especializadas. Será realizado também dia-de-campo, além de visitas técnicas envolvendo criadores, produtores rurais, técnicos, alunos e extensionistas.

 

Fonte: ABCGIL

Conheça os 5 passos para a rentabilidade na produção leiteira, veja o vídeo

De acordo com o IBGE, o Brasil produziu no ano de 2012, 32,3 bilhões, com um lucro de R$ 26,8 bilhões Segundo a pesquisa, em média foram 1.417 litros de leite extraídos por cada vaca em 2012. A produção é concentrada no Sudeste, com 35,9% de participação no total do País. Sul (33,2%)e Centro-Oeste (14,9%) vêm em seguida.

Mas como aumentar a rentabilidade na produção? É o que você confere no vídeo. Acesse o link  do site Notícias da Pecuária : http://www.noticiasdapecuaria.com.br/noticia/conheca-os-5-passos-para-a-rentabilidade-na-producao-leiteira-veja-o-video

Leilão Virtual Fazendas do Basa

No dia 29 de outubro, a partir das 21 horas, o Canal Terra Viva transmite o 2º Leilão Virtual Gir Leiteiro “Fazendas do Basa”, quando serão ofertados bezerras, novilhas e vacas as raças Girolando e Gir Leiteiro.

O plantel das Fazendas do Basa é composto por filhas das seguintes mães: Luzíada, Profana, Quimbanda,Perfumada, entre outras.

Recentemente a fazenda estreou um programa de televisão chamado “Melhor que a Encomenda”, onde o publico pode adquirir doadoras e reprodutores das raças Gir Leiteiro e Girolando 1/2 sangue.

Mais informações podem ser obtidas pelo email: atendimento@fazendasdobasa.com.br.

Leilão Fazendas do Basa

 

Raça Gir Leiteiro é destaque em Feira na Bolívia

O Gir Leiteiro foi destaque na Feira Internacional de Santa Cruz na Bolívia, Expocruz 2013.  O grande campeão e a grande campeão foram animais do criatório da Cabãna Curichi Grande. O melhor criador e melhor expositor da raça do Ranking 2012-2013 foi Eduardo Eguez, da Cabaña Curichi Grande, seguido por Julio Nacif da Cabaña Esterlina.

A grande campeã do concurso leiteiro e melhor úbere foi a vaca Furia TE Esterlina, filha de CA Sansão, com média diária de 23,05 Kg de leite, da Cabaña Esterlina e a Reservada grande campeã foi a vaca Bambina de Curichi Grande, com média de 19,66 Kg de leite, da Cabaña Curichi Grande.

Para fomentar e difundir o gir leiteiro ocorreu durante a EXPOCRUZ uma reunião técnica, que contou com a participação dos criadores, técnicos da ASOCEBÚ, e técnicos de empresas ligadas a cadeia produtiva do leite. Tatiane Tetzner ministrou uma palestra sobre a “Evolução do Gir Leiteiro em conformação e produtividade como raça pura e em cruzamentos”.

Santa Cruz de la Sierra é uma cidade localizada no centro da Bolívia, nas margens do Rio Piraí, no planalto do leste boliviano. Possui uma altitude de 416 metros. A cidade, comumente conhecida simplesmente como Santa Cruz, é a cidade mais importante do Departamento de Santa Cruz. É a maior e mais populosa cidade da Bolívia. Também é considerada o motor econômico do país.

 

Fonte: ABCZ

Custos de produção da pecuária leiteira registram queda

De acordo com o boletim “Ativos da Pecuária”, elaborado pela Confederação Nacional de Agricultura – CNA, em parceria com a Esalq/USP, os custos de produção ficaram praticamente estáveis neste ano. Em alguns estados houve ligeira queda, enquanto o preço do leite pago ao produtor aumentou quase 23%, o que permitiu ao pecuarista lucrar mais que no ano de 2012.

Já de acordo com o Cepea, a queda nas cotações do milho, principais componentes  das rações, aumentou o poder de compra do produtor.

Inseminação Artificial por Tempo Fixo, quais as vantagens?

Quando o pecuarista deseja reduzir custos e ganhar tempo no momento de emprenhar as matrizes, a metodologia recomendada é a IATF – inseminação artificial em tempo fixo. Com a aplicação de fármacos contendo hormônios é possível igualar o ciclo reprodutivo das vacas do rebanho, sendo possível inseminá-las em uma única vez. Esta tecnologia utiliza protocolos de IATF que determinam a quantidade de hormônios utilizados em cada lote. Cada situação demanda uma quantia diferenciada, que varia de acordo com a situação das matrizes que serão trabalhadas.

As vantagens na escolha deste procedimento são inúmeras. A maior delas é a possibilidade de inseminar o maior número possível de animais na fazenda usando uma boa genética com sêmen de touros criteriosamente selecionados. A genética superior promove maior ganho de peso, precocidade sexual, habilidade materna e qualidade de carcaça. Além disto, o pecuarista quando identifica as deficiências de sua fazenda, poderá supri-las escolhendo os touros ideais para atender suas necessidades.

Ao aplicar a IATF, o fazendeiro terá o poder de escolha do momento certo para o parto. Isso possibilita que o nascimento e, posteriormente, o desmame do bezerro sejam adaptadas de acordo com as condições ambientais de cada região, otimizando a disponibilidade de pasto. Outra vantagem é que animais nascerão em um curto espaço de tempo, o que otimiza o uso da mão de obra e promove maior homogeneidade dos lotes.

A IATF dispensa a observação de cio e o manejo de pastagem específico para esta atividade e otimiza a mão de obra no momento da inseminação.

Fonte: Alta Genetics

3º Leilão Minas de Leite

No dia 14 de outubro, segunda-feira, a partir das 20 horas, será realizado em Belo Horizonte (MG), o 3º Leilão Minas de Leite, quando serão ofertados 29 lotes de animais da raça Gir Leiteiro, com destaque para Bilara TE das Geraes, descendete de CA Sansão e CA Evereste e para Elba XIV Jacurutu, descendente de Jaguar TE Gavião.

 

O remate será transmitido pelo Canal Rural e o catálogo virtual pode ser acessado no site da leiloeira Programa Leilões.

 

Participe!