ABCZ reafirma a parceria com a ABCGIL na Prova Nacional de Produção de Leite – Gir Leiteiro Sustentável

Na última quinta-feira (17/10) o Superintendente Adjunto de Melhoramento Genético da ABCZ Carlos Henrique Cavallari visitou a Prova Nacional de Produção de leite: Gir Leiteiro Sustentável com Novilhas Gir Leiteiro. Acompanhado pelo Coordenador Operacional do PNMGL, André Rabelo Fernandes, durante a visita o Superintendente da ABCZ reafirmou a parceria com a ABCGIL na Prova de Novilhas. A ABCZ apoia a prova através da realização do controle leiteiro oficial e também na execução de projetos paralelos que estão sendo realizados no local.

A prova está sendo realizada no município de Uberaba-MG, tendo na Coordenação a Associação Brasileira dos Criadores de Gir Leiteiro – ABCGIL, a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais – EPAMIG e a Embrapa Gado de Leite – CNPGL com apoio da Associação Brasileira de Criadores de Zebu – ABCZ, das Faculdades Associadas de Uberaba – FAZU, do Hospital Veterinário de Uberaba – HVU e da Universidade de Ueberaba – UNIUBE.

A prova conta com a participação de 25 novilhas Gir Leiteiro de primeira cria de criadores de todo o país e terá a duração de 14 meses. As novilhas chegaram no dia 27/06 durante a 15ª Exposição Nacional do Gir Leiteiro – Megaleite 2013.

As novilhas passarão por um período de adaptação de 60 dias que coincidirá com o pré-parto, recebendo alimentação e manejo específicos para esta fase.

As novilhas pariram no período de agosto a outubro deste ano.

Com base nos dados obtidos será feita análise econômica da atividade, levando em consideração os custos fixos (depreciação de instalações, máquinas, equipamentos; remuneração do capital investido, inclusive terra) e os custos variáveis (insumos, mão-de-obra, manutenção de máquinas e equipamentos, transporte e remuneração sobre o capital investido).

Serão levantados os custos do leite, a renda bruta e a taxa de retorno sobre o capital investido.

Serão identificados índices econômicos de produção por animal.

A divulgação dos resultados será durante a Expogenética 2014. Os resultados obtidos também serão apresentados em congressos e publicados em revistas e midias especializadas. Será realizado também dia-de-campo, além de visitas técnicas envolvendo criadores, produtores rurais, técnicos, alunos e extensionistas.

 

Fonte: ABCGIL

Conheça os 5 passos para a rentabilidade na produção leiteira, veja o vídeo

De acordo com o IBGE, o Brasil produziu no ano de 2012, 32,3 bilhões, com um lucro de R$ 26,8 bilhões Segundo a pesquisa, em média foram 1.417 litros de leite extraídos por cada vaca em 2012. A produção é concentrada no Sudeste, com 35,9% de participação no total do País. Sul (33,2%)e Centro-Oeste (14,9%) vêm em seguida.

Mas como aumentar a rentabilidade na produção? É o que você confere no vídeo. Acesse o link  do site Notícias da Pecuária : http://www.noticiasdapecuaria.com.br/noticia/conheca-os-5-passos-para-a-rentabilidade-na-producao-leiteira-veja-o-video

Leilão Virtual Fazendas do Basa

No dia 29 de outubro, a partir das 21 horas, o Canal Terra Viva transmite o 2º Leilão Virtual Gir Leiteiro “Fazendas do Basa”, quando serão ofertados bezerras, novilhas e vacas as raças Girolando e Gir Leiteiro.

O plantel das Fazendas do Basa é composto por filhas das seguintes mães: Luzíada, Profana, Quimbanda,Perfumada, entre outras.

Recentemente a fazenda estreou um programa de televisão chamado “Melhor que a Encomenda”, onde o publico pode adquirir doadoras e reprodutores das raças Gir Leiteiro e Girolando 1/2 sangue.

Mais informações podem ser obtidas pelo email: atendimento@fazendasdobasa.com.br.

Leilão Fazendas do Basa

 

Raça Gir Leiteiro é destaque em Feira na Bolívia

O Gir Leiteiro foi destaque na Feira Internacional de Santa Cruz na Bolívia, Expocruz 2013.  O grande campeão e a grande campeão foram animais do criatório da Cabãna Curichi Grande. O melhor criador e melhor expositor da raça do Ranking 2012-2013 foi Eduardo Eguez, da Cabaña Curichi Grande, seguido por Julio Nacif da Cabaña Esterlina.

A grande campeã do concurso leiteiro e melhor úbere foi a vaca Furia TE Esterlina, filha de CA Sansão, com média diária de 23,05 Kg de leite, da Cabaña Esterlina e a Reservada grande campeã foi a vaca Bambina de Curichi Grande, com média de 19,66 Kg de leite, da Cabaña Curichi Grande.

Para fomentar e difundir o gir leiteiro ocorreu durante a EXPOCRUZ uma reunião técnica, que contou com a participação dos criadores, técnicos da ASOCEBÚ, e técnicos de empresas ligadas a cadeia produtiva do leite. Tatiane Tetzner ministrou uma palestra sobre a “Evolução do Gir Leiteiro em conformação e produtividade como raça pura e em cruzamentos”.

Santa Cruz de la Sierra é uma cidade localizada no centro da Bolívia, nas margens do Rio Piraí, no planalto do leste boliviano. Possui uma altitude de 416 metros. A cidade, comumente conhecida simplesmente como Santa Cruz, é a cidade mais importante do Departamento de Santa Cruz. É a maior e mais populosa cidade da Bolívia. Também é considerada o motor econômico do país.

 

Fonte: ABCZ

Custos de produção da pecuária leiteira registram queda

De acordo com o boletim “Ativos da Pecuária”, elaborado pela Confederação Nacional de Agricultura – CNA, em parceria com a Esalq/USP, os custos de produção ficaram praticamente estáveis neste ano. Em alguns estados houve ligeira queda, enquanto o preço do leite pago ao produtor aumentou quase 23%, o que permitiu ao pecuarista lucrar mais que no ano de 2012.

Já de acordo com o Cepea, a queda nas cotações do milho, principais componentes  das rações, aumentou o poder de compra do produtor.

Inseminação Artificial por Tempo Fixo, quais as vantagens?

Quando o pecuarista deseja reduzir custos e ganhar tempo no momento de emprenhar as matrizes, a metodologia recomendada é a IATF – inseminação artificial em tempo fixo. Com a aplicação de fármacos contendo hormônios é possível igualar o ciclo reprodutivo das vacas do rebanho, sendo possível inseminá-las em uma única vez. Esta tecnologia utiliza protocolos de IATF que determinam a quantidade de hormônios utilizados em cada lote. Cada situação demanda uma quantia diferenciada, que varia de acordo com a situação das matrizes que serão trabalhadas.

As vantagens na escolha deste procedimento são inúmeras. A maior delas é a possibilidade de inseminar o maior número possível de animais na fazenda usando uma boa genética com sêmen de touros criteriosamente selecionados. A genética superior promove maior ganho de peso, precocidade sexual, habilidade materna e qualidade de carcaça. Além disto, o pecuarista quando identifica as deficiências de sua fazenda, poderá supri-las escolhendo os touros ideais para atender suas necessidades.

Ao aplicar a IATF, o fazendeiro terá o poder de escolha do momento certo para o parto. Isso possibilita que o nascimento e, posteriormente, o desmame do bezerro sejam adaptadas de acordo com as condições ambientais de cada região, otimizando a disponibilidade de pasto. Outra vantagem é que animais nascerão em um curto espaço de tempo, o que otimiza o uso da mão de obra e promove maior homogeneidade dos lotes.

A IATF dispensa a observação de cio e o manejo de pastagem específico para esta atividade e otimiza a mão de obra no momento da inseminação.

Fonte: Alta Genetics

3º Leilão Minas de Leite

No dia 14 de outubro, segunda-feira, a partir das 20 horas, será realizado em Belo Horizonte (MG), o 3º Leilão Minas de Leite, quando serão ofertados 29 lotes de animais da raça Gir Leiteiro, com destaque para Bilara TE das Geraes, descendete de CA Sansão e CA Evereste e para Elba XIV Jacurutu, descendente de Jaguar TE Gavião.

 

O remate será transmitido pelo Canal Rural e o catálogo virtual pode ser acessado no site da leiloeira Programa Leilões.

 

Participe!

Fazendas do Basa estreia programa em canal de TV fechada

Com o intuito de fortalecer a atividade leiteira nacional e proporcionar aos pequenos, médios e grandes produtores acesso à informação e à genética, as Fazendas do Basa apresentam o “Melhor que a Encomenda”. O novo programa semanal do Canal Terraviva vem com a proposta de apresentar ao público doadoras e reprodutores para criação de produtos Gir Leiteiro e Girolando ½ sangue.

A iniciativa possibilitará que criadores de todo o Brasil adquiram, permanentemente e em condições especiais de pagamento, prenhezes e embriões Gir Leiteiro e Girolando ½ sangue. O investidor encomenda o seu negócio: escolhe uma das doadoras Gir Leiteiro das Fazendas do Basa ou dos seus parceiros, e também escolhe o touro Holandês que irá utilizar no acasalamento.  O projeto conta, ainda, com assessoria técnica da LeiteGir e da Boi/BeefMilk Brasil, que auxiliarão o interessado na hora de adquirir  o produto.

Após a escolha, as Fazendas do Basa fazem o embrião, implantam, esperam o animal nascer e, com uma equipe altamente profissional, criam a bezerra até a desmama. Em seguida, a equipe técnica avalia se o animal atende às premissas que garantem a saúde, sanidade e qualidade. Logo após acontece a entrega ao comprador.

O programa acontece todas as terças e quintas-feiras, de 20h30 às 20h45, oferecendo,  através da televisão, possibilidades para criadores, de qualquer Estado, aumentarem a produtividade e rentabilidade do seu negócio.

 

 

Morre em Uberaba (MG) o touro Teatro da Silvânia

O touro coletou mais de 200 mil doses de sêmen convencional e mais de 25 mil doses de sêmen sexado de fêmea. Teatro é o touro gir leiteiro preferido dos produtores de girolando, raça onde tem um grande número de filhas campeãs de pista e torneio leiteiro, assim como no gir leiteiro também.

Para o proprietário da Estância Silvânia, Eduardo Falcão, o animal acrescentou muito à pecuária leiteira nacional e era um dos preferidos dos criadores. “Era um animal muito dócil e faz até hoje muitas filhas campeãs na produção de leite, a cada evento que suas descentes participam até hoje, de 03 a 05 delas sagram-se campeãs”, pondera o criador.
O site da ABS, onde Teatro comercializa sêmen, publicou uma nota dizendo que  a morte do animal, deu-se por causas naturais. “Um mês atrás ele produziu sêmen, depois de alguns dias começou a apresentar dificuldade para andar, levantar agora depois de deixar sua marca na ABS Pecplan, Estancia Silvânia e na pecuária nacional,”

 

Fonte: Notícias da Pecuária www.noticiasdapecuaria.com.br

Teste de Progênie ABCGIL/EMBRAPA distribuirá 500 doses de 40 touros

Teve início no dia 4 de outubro a distribuição de sêmen do 28º grupo de touros do Teste de Progênie ABCGIL/EMBRAPA.

Serão distribuídas 500 doses de 40 touros de criadores de todo o país.

Segundo informações da Associação Brasileira dos Criadores de Gir Leiteiro (ABCGIL), em 2013 foi disponibilizado seis novas vagas para o Teste, que passou de 34 para 40 touros, aumentando o quantitativo de animais avaliados.

O sêmen será distribuído para as 600 fazendas colaboradoras participantes do Programa Nacional de Melhoramento do Gir Leiteiro – PNMGL, distribuídas por todo país.

Além do sêmen convencional, um incremento para o 28º grupo será a distribuição de sêmen sexado.

A relação dos 40 touros participantes do 28º grupo com suas respectivas genealogias podem ser observadas no link abaixo:

http://www.girleiteiro.org.br/userfiles/28Grupo.pdf

 

Teste de Progênie

O Teste de Progênie é uma metodologia que avalia os touros pelo desempenho produtivo de suas filhas em vários rebanhos, produzidas por acasalamentos aleatórios, com sêmen codificado, em rebanhos puros e mestiços. Também são utilizadas as filhas resultantes dos acasalamentos dirigidos, nos rebanhos puros em controle leiteiro oficial realizado pelo PMGZ-ABCZ, desde que atendidas as exigências de número, distribuição entre fazendas e conexão genética entre grupos de contemporâneos. Mais recentemente, acrescentou-se a utilização de sêmen identificado em matrizes que possuam controle leiteiro oficial.

Este é o método mais preciso para se avaliar o real potencial genético de um touro para a produção de leite, embora seja mais lento. Para que um touro seja avaliado e disponibilizado ao mercado é necessário que tenha produzido várias filhas e que estas tenham encerrado a primeira lactação. Para isto, usualmente são gastos mais de seis anos.

Com Informações ABCGILPNMGL

 

Abertas inscrições para Prova Nacional de Leite

A Associação Brasileira dos Criadores de Gir Leiteiro (ABCGIL) divulgou na última semana informações sobre a 2ª Prova Nacional de Produção de Leite “Gir Leiteiro Sustentável.

Segundo José Afonso Bicalho Beltrão da Silva, Presidente da ABCGIL, a Prova constitui na avaliação de produção e composição do leite de novilhas Gir Leiteiro manejadas em sistema de produção economicamente sustentável. “Além de apurar a produção de leite e sua composição, serão avaliadas características dos animais como desenvolvimento corporal, comportamento, eficiência reprodutiva, consumo e conversão alimentar, na busca de subsídios para construção de índice econômico de produção”.

O evento é uma realização em parceria com a EPAMIG e Embrapa Gado de Leite, e terá início em durante a Exposição Nacional do Gir Leiteiro 2014 (Megaleite/2014) com a chegada das novilhas participantes.

Os criadores interessados em participar da 2ª prova, deverão inseminar suas novilhas, entre os dias 15/11/2013 a 15/12/2013, para que as mesmas possam parir entre 30/08/2014 a 30/09/2014.

A entrada das novilhas no local da prova será a partir de 20/07/2014, por ocasião da Megaleite/2014.

A divulgação dos resultados será durante a Expogenética 2015. As novilhas serão manejadas em sistema de produção natural e de forma economicamente sustentável, sem a utilização de qualquer tipo de hormônio.

O Regulamento completo da prova, bem como a ficha de inscrição estão disponíveis através do site www.girleiteiro.org.br.

Com informações ABCGIL

Gir Leiteiro Sustentável

Filha de Jaguar, irmã e filha de Sansão são premiadas no Brasil e no exterior

Durante o Concurso Leiteiro da 6ª Exposição Especializada do Gir Leiteiro, em Uberlândia (MG), duas vacas bateram seus próprios recordes. Uma na categoria Vaca Jovem – acima de 36 até 48 meses, Jiba FIV de Brasília, do expositor José Coelho Vitor, da Fazenda São José do Can Can (Grupo Cabo Verde), com média de 55,947 kg. O recorde anterior era de 53,233 kg de média, que foi obtido durante a 7ª Exposição Estadual Mineira do Gir Leiteiro, em Sete Lagoas (MG), em agosto.

Jiba FIV de Brasília é filha de Jaguar TE do Gavião e de Enamorada de Brasília, portanto neta de Oxalufã de Brasília. Jiba, com apenas 38 meses de idade, sagrou-se também Melhor Úbere Vaca Jovem do Concurso Leiteiro.

O outro recorde foi na Categoria Vaca Adulta – acima de 48 meses: Palas TE do Gavião, do expositor Estância Leiteira Pedra Fundamental, com média de 64,283 kg. O recorde anterior, também obtido em Sete Lagoas, registrava média de 62,333 kg. A vaca foi Grande Campeã do Torneio Leiteiro e é irmã paterna de CA Sansão.

Já a vaca Fúria Esterlina, filha de C.A. SANSAO, de propriedade de Julio Nassif, foi a Grande Campeã e Melhor Úbere do Concurso Leiteiro da Expocruz 2013, que está ocorrendo em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia.

Leilões de gir leiteiro e girolando superaram as expectativas na Expoinel

As raças gir leiteiro e girolando participaram da rodada de negócios da 42ª Exposição Internacional do Nelore (Expoinel). No sábado, dia 21, a Fazenda Terras de Kubera e convidados ofertaram 34 lotes das duas raças e alcançaram um faturamento de R$ 732 mil, com média geral de R$ 21 mil.

Entre os animais gir leiteiro, o destaque foi o único touro da oferta, Fargo TE Kubera, que teve 50% da propriedade vendidos por R$ 183 mil. O grupo de criadores venezuelanos da Agropecuária Bulbras se tornou sócio da Alta Genetics, que já era dona da metade do animal. As vendas dos animais girolando também superaram expectativas.

 

Também no sábado, a raça nelore abriu a participação na Expoinel com o 10º Leilão Alianças. Nelore Apan, VRJO, Nelore Gibertoni e RM Nelore, junto com os convidados, ofertaram ao mercado lotes de prenhezes, além de quatro bezerras e novilhas ofertadas pelos promotores. O lote de destaque foi uma prenhez da Hematita da HRO com Zero TE J. Galera, ofertada pela HRO Empreendimentos e Nelore Sondas. Antônio Paulo Abate arrematou o lote por R$ 98 mil. A décima edição do remate movimentou R$ 918 mil, com média de R$ 34,64 mil. Os promotores comemoram o crescimento de 92,05% no faturamento e 77,65% na média, em relação ao remate anterior.

 

No domingo, dia 22, uma oferta especial e inédita foi promovida por Tonico Carvalho. O Leilão de Matrizes Brumado e convidados vendeu apenas Nelore POI (Puro de Origem Importado). São linhagens fechadas de cruzamentos feitos entre animais importados em 1962. A venda de 41 lotes rendeu R$ 714 mil, com média de R$ 17,414 mil, 77% maior em relação ao leilão do ano passado.

 

A noite um time de peso de tradicionais criadores da raça Nelore promoveram a 13ª edição do Leilão Qualidade Futurity. Uma prenhez da Rani com Bitelo da SS, ofertada pela Fazenda Mata Velha e Terramata Agropecuária, foi a recordista de preço da noite. O lote foi arrematado por R$ 100 mil por um condomínio formado pelos criadores Eduardo Biagi, Ronan Eustáquio da Silva, José Carlos Prata Cunha e Gustavo Barros. O leilão apresentou crescimento de quase 97% no faturamento da edição anterior, movimentando R$ 986 mil e crescimento de 13,78% na média, que alcançou R$ 29 mil.

 

 

Resultado econômico da atividade leiteira será melhor este ano

A Scot Consultoria divulgou o boletim “Carta Leite”, no qual revela que a atividade leiteira está mais rentável em 2013. A quebra da safra norte-americana, causada pela estiagem no ano passado, elevou os preços do milho e dos produtos do complexo soja (grão, farelo e óleo) no mercado internacional e brasileiro, diminuindo o poder de compra do pecuarista.

Entre junho e agosto de 2012, o preço do milho subira 38,7%.

O farelo de soja mais do que dobrou de preço. A alta foi de 106,9% de janeiro a setembro do ano passado . Para uma comparação, o preço do leite ao produtor subiu 2,8% em 2012.

O produtor sentiu no bolso a alta dos custos e reduziu os investimentos na atividade.

Segundo o Índice Scot Consultoria para o Custo de Pecuária Leiteira, em 2012 o custo de produção subiu 11,8%

 

Recuperação da margem

O mercado está favorável à pecuária leiteira em 2013. A expectativa é de que haja recuperação das margens do produtor, tanto pela alta do preço do leite, como pelos custos de produção menores, em especial com os alimentos concentrados.

A safra recorde de grãos no Brasil em 2012/2013 e a expectativa de uma boa produção nos Estados Unidos (2013/2014) têm pressionado as cotações para baixo, em particular a do milho.

O milho está 22,4% mais barato em relação ao início do ano. O pecuarista está pagando 20,9% menos pelo grão em relação ao mesmo período do ano passado.

No caso do farelo de soja, a queda é de 9,1% desde janeiro. O alimento está 22,6% mais barato na comparação com setembro de 2012.

O alimento mais barato e o preço maior do leite ao produtor resultou em investimentos na alimentação, cuja resposta é rápida na produção.

A consequência é que a produção vem aumentando desde julho, no Sul do país e em outras importantes bacias leiteiras como Minas Gerais, São Paulo e Goiás.

Custo de produção

 

O custo de produção da pecuária de leite caiu em 2013.

A queda do preço dos grãos compensou, em parte, a alta do salário mínimo e a alta dos preços dos combustíveis.

O preço do leite ao produtor subiu 19,8%, considerando a média brasileira. Os valores atuais já são os maiores historicamente, considerando os preços deflacionados.

Com isso, o resultado econômico da atividade deverá ser melhor este ano, em relação a 2012.

A expectativa é de que os investimentos, cujos resultados são esperados em médio e longo prazos, como investimentos em equipamentos, genética e programas sanitários, fiquem para 2014, após o produtor colocar a casa em ordem.

Cai o número de produtores de leite do país, diz pesquisa

Foi divulgado esta semana, o resultado de uma pesquisa encomendada pela Associação Leite Brasil e por uma empresa de consultoria. De acordo com a pesquisa, o aumento do custo da mão de obra e do valor da terra no Brasil, principalmente a partir de 2006, fez o número de produtores de leite recuar de forma expressiva nos últimos anos.

O número total de produtores saiu de 930 mil, de acordo com dados de IBGE, em 2005-2006 para 415 mil atualmente.

De acordo com Ronan Salgueiro, presidente da Câmara Setorial do Leite de Mato Grosso do Sul, outro motivo, o qual a pesquisa não citou, é que o aumento do custo de produção ao pecuarista desestimula a atividade. “Apesar do preço pago ao produtor ter aumento nos últimos meses, os nossos custos também aumentaram, assim como a mão de obra, desta forma, permanecer na atividade é inviável”, revela.

Já nas indústrias do estado de Mato Grosso do Sul, de acordo com o Sindicato do setor, a redução de leite entregue para processamento foi de 40% nos últimos meses.

A pesquisa obteve informações de laticínios do Centro-Oeste, Sudeste e Sul do país. Segundo os autores, essas regiões têm o preço de terra em média mais elevado e podem ter tido uma redução maior do número de produtores do que Norte e Nordeste, regiões que representam 18% da produção de leite brasileiro.