Iagro MS; Entrevista para veterinário será agendada

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo (Seprotur) e a agência Estadual de Defesa Sanitária a Animal e Vegetal (Iagro MS) informam que, a entrevista pessoal para a seleção de profissionais com formação em Medicina Veterinária, para a Iagro, será agendada na data de entrega dos documentos, no setor de Recursos Humanos do órgão, ou seja, nos dias 16 e 17 de janeiro de 2012.

O edital (nº2/2012/processo seletivo simplificado/SAD/Iagro/MS), sobre o assunto foi publicado no Diário Oficial desta terça-feira (10).

O Processo Seletivo Simplificado envolverá as seguintes etapas: inscrição; avaliação curricular e entrevista pessoal. A jornada de trabalho será de 40 horas semanais, para a função de Médico Veterinário, no período de um ano. São oferecidas 35 vagas e a remuneração é de R$ 2.844,47.

Vagas
As vagas são destinadas para atenderem os Escritórios Regionais da Iagro, localizados em Aquidauana, Amambaí, Coxim, Costa Rica, Dourados, Jardim, Naviraí, Nova Andradina, Ponta Porã e de Três Lagoas.

Inscrições
As inscrições serão realizadas, exclusivamente, no período de 16 e 17 de janeiro de 2012, mediante entrega, pessoalmente, do “curriculum vitae”, anexando cópias autenticadas dos seguintes documentos: Registro Geral de Identidade (RG), Cadastro de Pessoa Física (CPF) e Título de Eleitor e comprovante de quitação eleitoral, Diploma de Curso de Ensino Superior de Medicina Veterinária, Registro no Conselho Regional de Medicina Veterinária, Comprovante de residência e a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) categoria B.

Local e horário
A documentação deverá ser entregue, pessoalmente, no setor de Recursos Humanos da Iagro, na Avenida Senador Filinto Müller, 1.146, no Bairro Universitário – Campo Grande-MS. O horário para entrega de documentos: das 8h às 11h e das 14h às 17h dos dias 16 e 17 de janeiro de 2012. As informações do edital da Seprotur estão no Diário Oficial de número 8105, de 06/01/2012 (pág.4 e 5).

Veja no site www.imprensaoficial.ms.gov.br

Fiscais do IAGRO MS e militares se unem para fiscalizar barreiras

O Ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho, visitará o Mato Grosso do Sul na próxima sexta-feira para acompanhar a fiscalização na região no combate à febre aftosa. O apoio das Forças Armadas às ações de prevenção na fronteira do Mato Grosso do Sul com o Paraguai teve início ontem, 4 de janeiro.

Os militares atuam em parceria com os fiscais da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro) em cinco pontos considerados de maior risco para a entrada do novo vírus identificado no país vizinho. As atividades de inspeção também estão sendo realizadas em 14 postos fixos e em 10 barreiras volantes em toda a fronteira do estado.

O ministro da Agricultura viaja a Mato Grosso do Sul nesta sexta-feira, 6 de janeiro. Pela manhã ele vai a Ponta Porã para fazer visitas aos locais de inspeção e acompanhar o trabalho de fiscalização.

Em Campo Grande, Mendes Ribeiro Filho se reúne com o governador André Puccineli e com representantes da Superintendência Federal de Agricultura e da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Agropecuário.

Outros Estados

No Paraná, a fiscalização será reforçada a partir de amanhã, 5 de janeiro, com o funcionamento de arcolúvios para a desinfecção de veículos procedentes do Paraguai, nas cidades de Guairá, Santa Helena e Foz do Iguaçu. O Rio Grande do Sul implantou quatro barreiras volantes para fiscalizar a fronteira com a Argentina. Todos os postos do Sistema de Vigilância Agropecuária (Vigiagro) do estado também foram fortalecidos.
Em Santa Catarina, as atividades de fiscalização serão ampliadas a partir desta quinta-feira. Além de intensificar o controle nas unidades do Vigiagro, as autoridades estaduais estão em contato com o Serviço Nacional de Sanidade e Qualidade Agroalimentar (Senasa) da Argentina para realizar um trabalho conjunto de controle de trânsito na divisa.

Informações Assessoria de Comunicação do MAPA

Já está em vigor a Instrução Normativa 62

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) publicou no Diário Oficial da União, no último dia 30, a Instrução Normativa nº 62, alterando a Instrução Normativa nº51/2002, que contém normas de produção e qualidade do leite.

A legislação começou a valer no 1º de janeiro de 2012 e prevê novos parâmetros para Contagem Bacteriana Total (CBT) e Contagem de Células Somáticas (CCS), refletindo negociações entre governo e setor produtivo.

Com a medida, o Ministério alinhou o pedido de produtores que não conseguiram cumprir o prazo para redução dos limites previstos à proposta do Plano Nacional de Melhoria da Qualidade do Leite.

Os padrões estão em processo de implantação gradativa desde 2002. Com a atualização, os índices de CBT e CCS que podiam chegar a 750 mil/ml, passam a ter como limite máximo 600 mil/ml. Os produtores das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste precisam cumprir a determinação a partir deste domingo. Os do Norte e Nordeste do país cumprem a mesma exigência a partir de janeiro de 2013.

A edição da norma passa a escalonar os prazos e limites para a redução de CBT e CCS até o ano de 2016, chegando a 100 mil/ml e 400 mil/ml, respectivamente. Além disso, esta instrução suprime os Regulamentos Técnicos de Identidade e Qualidade dos leites tipos “B” e “C”.

Esta normativa também incrementa o texto original, complementando o controle sanitário de brucelose e tuberculose, além de normatizar itens não esclarecidos no texto original, como a obrigatoriedade da realização de análise para pesquisa de resíduos de inibidores e antibióticos no leite e outras lacunas observadas nestes nove anos de execução da legislação.

Para atender às demandas futuras, o governo instituiu um grupo de trabalho que está acompanhando o desenvolvimento do Programa Nacional de Melhoria da Qualidade do Leite.

Informações MAPA

Utilização de vermífugos do Brasil tem novas normas

De acordo com informações divulgadas ontem (02), no Jornal Correio do Estado , publicação veiculada no Estado de Mato Grosso do Sul, o governo brasileiro decidiu padronizar o uso de vermífugo no país.

Desde o dia 29 de dezembro está proibido o uso de produtos antiparasitários que contenham avermectinas e que necessitem de um período maior do que 28 dias entre sua aplicação e o abate do gado.

A determinação foi publicada no Diário Oficial da União por meio de uma instrução normativa da Secretaria de Defesa Animal (SDA) do Ministério da Agricultura.

A medida vale para o gado de corte criado em regime de confinamento e semiconfinamento.

Além disso a proibição também está prevista para animais de corte criados em regime extensivo e que estejam em fase de terminação.

Com informações Correio do Estado

 

Centro de Monitoramento da Embrapa Gado de Leite no PR

A convite da Embrapa Gado de Leite de Juiz Fora/MG, a UNIPAR – Universidade Paranaense - tornou-se uma das sedes do ‘Centro de Monitoramento e Vigilância da Residência Antimicrobiana em Bactérias Patogênicas para o Gado de Leite’. Em todo o Brasil, existem apenas sete centros. A Unipar é a única instituição de ensino particular que faz parte do grupo. O projeto é desenvolvido pelo programa de mestrado em Ciência Animal.

O Centro é responsável pela amostragem do rebanho no Estado. As coletas são feitas em Realeza/PR, que possui uma das bacias leiteiras mais significativas do Estado. A Latco, laticínio responsável pelo beneficiamento de leite na região, é parceira do projeto.

Os trabalhos de laboratório são conduzidos pela professora doutora Lisiane de Almeida Martins, com uma equipe de estudantes do mestrado e do curso de graduação em Medicina Veterinária. “A Unipar foi uma das escolhidas pelas pesquisas com foco na epidemiologia de mastite que desenvolve na região, desde 2006”, explica a professora.

Leia a reportagem na íntegra no link abaixo:

http://www.unipar.br/noticias/2011/12/30/unipar-e-uma-das-sedes-no-brasil-do-centro-de-monitoramento-da-embrapa-gado-de-leite/

Revista ressalta Controle Leiteiro

A edição 81 da Revista O Girolando ilustrou suas páginas com uma reportagem sobre o Controle Leiteiro, assunto debatido durante o II Workshop do Programa de Melhoramento Genético da Raça Girolando e Encontro de Controladores, que aconteceu em novembro no Instituto Federal do Triângulo Mineiro, em Uberaba -MG.

De acordo com o texto “o encontro teve como objetivo apresentar os procedimentos e critérios para execução do Controle Leiteiro em todo o território nacional, além de discutir diversos assuntos referentes ao programa de melhoramento genético da raça”.

O Workshop contou com a participação de representantes de entidades de pesquisa, de associações de criadores, técnicos credenciados e prestadores de serviços.

Estudo afirma que leite é a proteína animal mais barata

De acordo com nota publicada no Jornal Valor, o leite é a proteína animal mais barata, apontou um estudo realizado pela Associação Leite Brasil.

Segundo o levantamento de dados, o valor pago por 100 gramas de leite é  de R$ 0,28.

Na outra ponta está a proteína de carne bovina, que custa R$ 2,18 seguida pelo peixe R$ 2,17, carne suína R$ 1,09, de frango R$ 0,56 e os ovos R$ 0,41.

 

 

União de entidades contra doença hereditária em zebuínos

A Embrapa Gado de Leite e a Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ) iniciam este mês uma pesquisa que terá como finalidade fazer um levantamento genômico de doenças hereditárias em animais das raças zebuínas.

O projeto começa assim que os técnicos da ABCZ coletarem as amostras de sangue dos animais identificados como portadores destas doenças.

Posteriormente, o material será enviado à Embrapa Gado de Leite e encaminhado ao pesquisador da Unidade, Marcos Vinicius Barbosa.

Mais informações no portal da Embrapa Gado de Leite: http://www.cnpgl.embrapa.br/

Parâmetros de qualidade de leite poderá ser decidida só em 2016

De acordo com informação divulgada no portal oficial da Embrapa Gado de Leite, os novos parâmetros para qualidade do leite estabelecidos pela Instrução Normativa 51 (IN51), que deveriam ter entrado em vigor este ano podem ser adiados para 2016.

Isto é o que prevê uma proposta da Embrapa enviada à Câmara Setorial do Leite e Derivados, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Nesta quarta-feira (14), pesquisadores da Embrapa e técnicos da Câmara se reunirão para analisar a proposta.

Mais informações no site abaixo:

http://www.cnpgl.embrapa.br/

Fazenda do Basa é um dos destaques de revista especializada

A edição de novembro da Revista Gir Leiteiro, do Grupo Publique, traz uma reportagem especial na seção “Hora do Criador”, com Evandro Guimarães, proprietário da Fazenda do Basa, localizada em Leopoldina, interior de Minas Gerais.

Carlão – autor do texto – à convite do próprio Evandro, visitou à propriedade e conheceu exemplares de alta genética existentes na fazenda. Visitou o Circuito das Grandes Mães, o Centro de Aspirações e Transferência e conheceu o REDE GADO BOM – Programa de Fomento Técnico e Comercial para à produção de F1 com fêmeas da raça Gir Leiteiro.

De acordo com o texto de Carlão, o programa é um modelo da rede privada que permite enfrentar e dar respostas a um  contexto atual de baixa produção leiteira regional. “A rede está baseada na produção acelerada de Girolando de alta qualidade a partir do Gir Leiteiro de alta performance da Fazenda do Basa. O produto dessa Rede será a Fêmea Girolando F1″, afirma o autor do texto.

Confira a reportagem na íntegra na edição 13 da Revista Gir Leiteiro.

Informações sobre a Fazenda do Basa podem ser obtidas no site: http://www.fazendasdobasa.com.br

Imagem: Reprodução Revista Publique

Criadores de gado apostam no desmame precoce

Em um cenário de aumento da demanda por alimentos é importante buscar alternativas que intensifiquem a produtividade e gerem maior lucratividade para as propriedades rurais.

Uma delas é o desmame precoce: os terneiros precisam desmamar em 60 dias, na sequência as vacas têm um mês para cruzar e depois mais nove meses de uma nova gestação. Originando um bezerro por ano.

É a técnica ideal economicamente e que não prejudica o desenvolvimento dos terneiros. Além de aumentar a natalidade e rentabilidade do criador, ajuda a melhorar as condições das primíparas e também reduz perda de peso das vacas de descarte”, explica Emerson Botelho, gerente de produtos para Ruminantes da PRESENCE, uma marca EVIALIS, multinacional do ramo de nutrição animal.

Leia a reportagem na íntegra na Revista Fator:

http://www.revistafator.com.br/ver_noticia.php?not=184149

 

Showtec 2012 terá participação de Marcos Neves

O Engenheiro Agronômo Marcos Fava Neves, coordenador do PENSA – Programa de Agronegócios da Universidade de São Paulo (USP)- será o principal palestrante do Showtec 2012, em Maracaju (MS).

Ele é autor/co-autor e organizador de 25 livros no Brasil, Argentina, Etados Unidos, África do Sul, Uruguai e União Europeia.

O Showtec acontece nos dias 25 a 27 de janeiro.

Gir Leiteiro é destaque em revista especializada

“Com alto potencial de produção, o Gir Leiteiro é hoje uma opção bastante lucrativa e vantajosa para países tropicais, tanto na utilização de animais puros como nos cruzamentos…o sêmen é o mais vendido para leite no Brasil (689.852 doses em 2010), de acordo com a Associação Brasileira de Inseminação Artificial (ASBIA)”.

Assim começa a reportagem “Forte dentro e fora do Brasil”, publicada na seção Raça do Mês, da edição de novembro da Revista AG.

A autora, Maria Luiza Araújo, realizou diversas entrevistas para elaborar o texto. Entre elas com o Presidente da Associação Brasileira de Criadores de Gir Leiteiro (ABCGIL), Sílvio Queiroz Pinheiro;  o Diretor Técnico da ABCGIL, Aníbal Eugênio Vercesi Filho; Chede da P&D da Embrapa Gado de Leite e Coordenador Técnico do PNMGL, Rui da Silva Verneque ; entre outros profissionais da área.

Confira um trecho da reportagem:

O Gir Leiteiro é resultado da seleção efetuada desde a década de 30 das Fazendas Governamentais do Ministério da Agricultura – Estação Experimental de Umbuzeiro/PB, Fazenda Experimental Getúlio Vargas (Uberaba-MG) e pelos criadores João Batista Figueiredo Costa, Francisco Figueiredo Barreto, Continentino Jacinto, Gabriel Donato de Andrade, no estado de São Paulo; e Rubens Resende Perez e Randolpho de Melo Resende, em Minas Gerais. Eles partiram de descendentes do gado Gir  originariamente importado da Índia em 1906 e 1919, bem como das importações de 1930, 1960 e 1962.

Leia a reportagem na íntegra na Revista AG!

FENAGRO conquista novo recorde mundial de produção de leite

A Bahia conquistou seu primeiro recorde mundial de produção de leite durante o torneio leiteiro realizado na 24ª Feira Nacional da Agropecuária (Fenagro), que ocorre no Parque de Exposições de Salvador.

Na categoria Vaca Adulta, quem levou o título foi a vaca Iaiá, da raça Gir. Tendo como criador Dilson Cordeiro, da Fazenda Vila Rica, de Goiânia (GO), a vaca alcançou a marca, conferida a partir da média de ordenha nos três dias do concurso, de 59,163 quilos, superando o antigo recorde mundial que era de 52,793 quilos ao dia. Cordeiro e Almeida associam a vitória à genética animal e à prática diferenciada de manejo.

Já o  título na categoria Vaca Jovem foi conquistado pela vaca Insistência, também da raça Gir, da fazenda Belo Horizonte. A média alcançada pelo animal foi de 50,197 quilos ao dia, ultrapassando o recorde anterior, de 49,393 quilos ao dia.

Veja a reportagem na íntegra no link abaixo:

http://pecuaria.ruralbr.com.br/noticia/2011/12/recorde-mundial-de-producao-de-leite-e-quebrado-durante-a-fenagro-2011-3581239.html