Febre do leite – Saiba mais sobre a doença

Muitos produtores rurais acabam lidando com várias doenças que acometem o seu rebanho, no entanto, a grande dificuldade é identificar e realizar um diagnóstico da doença em questão para dar início ao tratamento do animal de forma rápida e eficaz.

Pensando nisso, a Embrapa Gado de Leite traz para você produtor rural, um pouco mais de informação sobre a febre do leite, doença comum nos rebanhos leiteiros. Confira!

A febre do leite, ou tetania de lactação, é uma doença metabólica que ocorre na primeira semana pós-parto, principalmente em animais de alta produção. A enfermidade se caracteriza pela elevação da temperatura, tremores, e prostração dos animais, que ficam deitados.

Com o início da lactação, a demanda por cálcio aumenta consideravelmente, ocorrendo queda no nível desse mineral no sangue. Para reduzir a incidência da doença, recomenda-se evitar o excesso de cálcio na dieta das vacas durante o período pré-parto, quando as necessidades são pequenas, aplicação de vitamina D no periparto, e, principalmente, fornecimento de dieta aniônica (sal aniônico).

O tratamento dos animais doentes, com aplicação de cálcio endovenoso (na veia), é a medida recomendada, devendo ser realizada sob a orientação de um médico veterinário.

 

Autor: Vicenzzo Vicchiatti, com informações da Embrapa Gado de Leite
Foto: Acervo Notícias da Pecuária

Leave a comment

Please be polite. We appreciate that. Your email address will not be published and required fields are marked