Curso de Veterinária apoiará pesquisas da Embrapa Gado de Leite

O anúncio da criação do curso de Medicina Veterinária da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), feito na semana passada pelo reitor Henrique Duque, foi muito bem recebido pelos pesquisadores da Embrapa Gado de Leite. Para o chefe-geral da instituição, Duarte Vilela, o novo curso poderá contribuir com as ações da Embrapa por meio da participação de estudantes e professores em projetos de pesquisa.

Um hospital de Medicina Veterinária para animais de grande porte será construído para dar suporte ao novo curso da UFJF. As obras terão início em 2014, na área de 130 hectares cedida em comodato pela Embrapa, no Campo Experimental José Henrique Bruschi (CEJHB), que fica na rodovia MG 133, a 34 quilômetros de Juiz de Fora. Serão investidos R$ 8 milhões e a expectativa é que a obra esteja concluída até 2016.

O hospital ficará próximo ao Complexo Multiusuário de Bioeficiência e Sustentabilidade da Pecuária. O Complexo é um conjunto de laboratórios, que ocupa uma área de 14 mil metros quadrados, em Coronel Pacheco-MG. Somado à estrutura já existente no CEJHB, o Hospital irá compor uma dos maiores conjuntos de estudos em pesquisa animal do Brasil.

De acordo com Duque, a infraestrutura e a equipe da Embrapa são de altíssima qualidade. “A união dos esforços entre as instituições irá garantir que o Hospital Veterinário da UFJF seja um dos melhores do país”.

O curso de Medicina Veterinária terá duração de cinco anos e será ministrado no turno diurno, com 50 vagas por semestre, contabilizando cem vagas anuais. Tanto Duque, como Vilela, afirmam que o novo curso vem atender uma demanda antiga da região. As aulas serão ministradas em Juiz de Fora, nas salas da UFJF onde funcionam as Faculdades de Odontologia e Farmácia.

Informações Embrapa Gado de Leite

Embrapa Gado de Leite participará de evento em Curitiba

O plantio de árvores em áreas de pastagem e a produção pecuária de leite será um dos temas abordados pelo pesquisador Carlos Renato Tavares de Castro, da Embrapa Gado de Leite, durante o 1º Simpósio Internacional de Arborização de Pastagens em Regiões Subtropicais.

O evento será realizado de oito a dez de outubro, em Curitiba (PR), com o objetivo de debater sobre recuperação de áreas degradadas, plantio de florestas com fins comerciais e integração lavoura-pecuária-floresta.

Carlos explica que a arborização protege o solo contra a erosão e aumenta a taxa de infiltração de água, promovendo melhorias das características físicas e químicas do solo. A copa das árvores, quando manejada corretamente, protege a pastagem das fortes geadas, recorrentes nas regiões subtropicais, e também proporcionam maior conforto térmico para os animais em pastejo, melhorando o seu desempenho produtivo e seu desempenho reprodutivo.

O componente arbóreo pode ser relacionado ao crédito de carbono, gerando oportunidade de pagamento por serviços ambientais. Além disso, o produtor pode ter uma renda adicional com a comercialização de madeira, contribuindo para reduzir a sazonalidade da demanda por mão-de-obra no campo e, consequentemente, otimizando os fatores econômico-sociais da atividade rural.
Sobre o SIAP

O 1º Simpósio Internacional de Arborização de Pastagens em Regiões Subtropicais é promovido pela Embrapa Florestas, em parceria como Governo do Paraná e a Emater. Será realizado de oito a dez de outubro, em Curitiba (PR), com o objetivo de debater sobre recuperação de áreas degradadas, plantio de florestas com fins comerciais e integração lavoura-pecuária-floresta. O evento é voltado a pesquisadores, professores, extensionistas, profissionais e estudantes das áreas pecuária e florestal. Outras informações e inscrições pelo site www.siap2013.com.br.

Informações Assessoria de Imprensa Embrapa Gado de Leite

 

Preço ao produtor deve chegar a R$ 0,90 até julho

O mercado do leite – preço pago ao produtor – segue mantendo o tom otimista, iniciado em outubro de 2012. A média para maio foi de R$ 0,875, segundo dados da Scot Consultoria.

No mês de julho, a expectativa dos analistas de mercado, é que o valor registrado em maio tenha alta de um a três centavos.
A expectativa é que os preços do leite os preços do leite ao produtor cheguem bem próximo dos R$ 0,90 por litro em julho, começando a entrar em um período de estabilidade, seguido de queda a partir de agosto.

A firmeza vigente no mercado, deve-se sobre tudo, à queda no volume captado, o que vem acontecendo desde o final do ano passado. A alta significativa nos custos de produção, verificada em 2012 levou os produtores a investir menos em alimentação. Esse refreamento se traduziu na redução do volume produzido.

Este ano, o que tem se observado é a queda nos insumos para a alimentação e a redução já vem sendo sentida pelos produzidos.
Um dado importante ressaltado pela Scot Consultoria é que, diferentemente de 2012, neste ano, os laticínios estão conseguindo repassar para o atacado a alta dos preços. O litro, do leite longa vida, negociado no ano passado a R$ 1,80, subiu para quase R$ 3,00 em 2013. Este incremento também já está chegando para o consumidor.

E o consumidor tem sido um fator importante para a manutenção dos preços firmes.

Rede de Pesquisa da Embrapa Gado de Leite atinge 2 mil membros

A Rede de Pesquisa e Inovação em Leite (Repileite) atingiu a marca de 2000 membros cadastrados no final de fevereiro. Criada em 2011 pela Embrapa Gado de Leite com a proposta de aproveitar os recursos interativos da Web em favor da cadeia produtiva do leite, a rede social temática se tornou um canal de publicação de conteúdos técnicos confiáveis e de discussões relevantes.

Participam da Repileite pesquisadores da Empresa e de outras instituições, produtores rurais, técnicos e estudantes ligados à pecuária leiteira. Os membros podem iniciar discussões ou apenas acompanhar os temas propostos em fóruns, blogs, chats, fotos, vídeos e transmissões ao vivo.

A Repileite reúne participantes de mais de 500 cidades de todos os estados brasileiros, além de possuir usuários de outros países. O intuito da RepiLeite é proporcionar debates, parcerias, prospecção, inovação e transferência de tecnologia. Para participar basta acessar www.repileite.com.br

Informações Embrapa Gado de Leite

Embrapa articula sessão solene na Câmara Municipal de Juiz de Fora

O supervisor do Núcleo de Comunicação Organizacional, José Alberto Portugal, representou a Embrapa Gado de Leite na reunião de Prestação de Contas Regional da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, realizada na Câmara Municipal de Juiz de Fora no dia 18 de fevereiro.

Na oportunidade, Portugal articulou com o vereador Isauro Calais a realização de uma seção solene na Câmara Municipal em comemoração aos 40 anos de fundação da Embrapa.

A proposta foi bem recebida por Calais e o assunto será tratado em uma audiência com o vereador na próxima sexta-feira.

A Embrapa completará 40 anos em 26 de abril deste ano. As atividades comemorativas serão realizadas em diversos municípios, onde estão instaladas bases das 47 unidades da Empresa. Estão previstas ações para a sociedade em geral e para públicos específicos, como a comunidade científica, as empresas estaduais de pesquisa, os agentes de assistência técnica e extensão rural (ATER) e os produtores rurais.

Embrapa Gado de Leite traduz Guia BPA

Pesquisadores e técnicos da Embrapa Gado de Leite traduziram para o português o Guia de Boas Práticas Agropecuárias, voltado para a pecuária de leite. O documento, elaborado em 2011 pela FAO (órgão das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura) e pela Federação Internacional do Leite (IDF, na sigla em Inglês), possuía apenas versões nos idiomas espanhol, russo, francês e chinês.

A versão em português, com o título Guia de Boas Práticas na Pecuária de Leite, já está disponível nos sites da FAO e do IDF e também pode ser acessada no site da Embrapa Gado de Leite.

O guia é a principal literatura internacional sobre os programas de boas práticas na agropecuária. Elaborado de forma didática, acessível a diversos públicos, o material aborda os cinco pilares das Boas Práticas Agropecuárias (BPA): saúde animal, higiene na ordenha, nutrição, bem-estar animal, meio ambiente e gestão socioeconômica.

As BPA disponibilizam técnicas para solucionar ou diminuir os problemas ambientais, econômicos e sociais resultantes da produção agrícola. O que se espera é a produção de alimentos seguros e nutritivos para a sociedade.

Informações Embrapa Gado de Leite

ABCGIL receberá comenda nos 90 anos

No dia 15 de setembro, durante a comemoração dos 90 anos da Estação Experimental João Pessoa, a Associação Brasileira dos criadores de Gir Leiteiro (ABCGIL) receberá uma comenda pelo apoio proporcionado pelo trabalho de seleção e melhoramento genético do Gir Leiteiro no Brasil.

Criada em 1921 por Epitácio Pessoa Sobrinho, A Estação Experimental João Pessoa , fica no município paraibano de Umbuzeiro e possui uma área de 305,6 ha, ocupados com pastagens nativas, capineiras e cana-de-açúcar. A origem do gado Gir Leiteiro em Umbuzeiro descende dos três animais tradizos da Fazenda Cidreira, de Santa Rita de Cássia (MG), em 1938 composto pelo touro Tietê e pelas vacas Ubarana e Bonina, adquiridos do Criador Anenor Machado de Azevedo. Também foram introduzidos em Umbuzeiro animais de Franca (SP) e da Bahia. Contribuíram com o rebanho de Umbuzeiro, animais de Nilo Lemos, Cândido de Souza Pereira Lima e Octávio Machado.

A partir de 1985 a Estação Experimental João Pessoa, ingressou no Programa Nacional de Melhoramento do Gir Leiteiro – PNMGL, realizado pela ABCGIL e Embrapa Gado de Leite, através da utilização so semên dos touros participantes do Teste de Progênie. A Estação também contribui com material genético para a raça através do reprodutor Friburgo Umbuzeiro, primeiro touro do nordeste a ser provado pelo Teste de Progênie ABCGIL/Embrapa.

A genética do rebanho de Umbuzeiro foi amplamente difundida por todo nordeste brasileiro, se tornando difusor do PNMGL.

Informações ABCGIL

Gir é um dos destaques em Leilão da Embrapa Gado de Leite

A Embrapa Gado de Leite realiza no dia 23 de junho, em seu campo experimental, no município de Coronel Pacheco – MG, o tradicional leilão de gado. O evento terá início às 14 horas, mas haverá atividades técnicas desde o início da manhã.

Os animais estarão expostos a partir das 8 horas e às 9 horas tem inicio um dia de campo, com palestras realizadas por pesquisadores da Embrapa Gado de Leite sobre seleção e cruzamento em gado de leite.

Para o leilão, serão disponibilizados aos arrematantes cerca de 50 lotes. Foram selecionados 15 machos das raças Holandesa e Gir; dez vacas Holandesas e 15 vacas Girolandas.

Os lances poderão ser feitos tanto presencialmente, quanto por telefone. O evento, organizado pela MP Leilões e Negócios Rurais, será transmitido ao vivo pela televisão (Agrocanal). A emissora pode ser sintonizada pela Sky, Net, antena parabólica ou internet.

Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (32) 3249-4923 ou por e-mail armando@cnpgl.embrapa.br

Informações Assessoria de Imprensa da Embrapa Gado de Leite

Pesquisadores da Embrapa publicam artigo no exterior

A edição de março do jornal internacional Animal Reproduction Science (Elsevier) publicou em suas páginas o artigo científico “In vivo imaging of cumulus-oocyte-complexes and small ovarian follicles in cattle using ultrasonic biomicroscopy” dos pesquisadores brasileiros Luiz Francisco M. Pfeifer (Embrapa Rondônia) e Luiz Gustavo B. Siqueira (Embrapa Gado de Leite).

O trabalho é o primeiro a descrever o uso da técnica de ultrassonografia biomicroscópica (UBM) para a avaliação de folículos ovarianos em vacas vivas (exame in vivo) e foi desenvolvido em parceria com os pesquisadores da Universidade de Saskatchewan, no Canadá.

A publicação abre novas perspectivas para avanços no estudo da fisiologia ovariana em bovinos, visto que com o UBM é provável identificar e acompanhar sequencialmente o início do desenvolvimento de folículos muito pequenos (<1,0 mm), o que não era permitido com a ultrassonografia convencional. A observação de oócitos no interior dos folículos também sinaliza para a possibilidade de avaliação da qualidade deste gameta, de forma não invasiva, antes mesmo que aconteça a ovulação.

Mais informações no portal oficial da Embrapa Gado de Leite: http://www.cnpgl.embrapa.br/

Embrapa Gado de Leite é tema de série de reportagens

No dia oito de março o Canal do Boi exibirá no Programa Pró Lacta, reportagem especial com a Embrapa Gado de Leite na qual abordará as pesquisas realizadas pela unidade e terá participação do chefe geral Duarte Vilela e dos chefes adjuntos Elizabeth Fernandes e Rui Verneque.

A matéria irá ao ar às quintas-feiras de 11h30 as 12h30.

As demais reportagens, que falam sobre qualidade do leite, melhoramento genético e meio ambiente serão exibidas nos dias 15, 22 e 29 de março. Paras os trabalhos, foram feitas entrevistas com Guilherme Souza, Letícia Mendonça e Marcos Vinícius Barbosa.

A equipe do Canal do Boi esteve em Juiz de Fora dos dias 31 de janeiro a três de fevereiro e visitou vários laboratórios da Unidade, além do Campo Experimental José Henrique Bruschi.

Após a exibição, as reportagens também estarão disponíveis no site do Canal do CanalBoi: www.sba1.com.

Informações Embrapa Gado de Leite http://www.cnpgl.embrapa.br/

Pecuária Leiteira é beneficiada pelas pesquisas da Embrapa

Há 35 anos, quando a Embrapa Gado de Leite foi criada, o objetivo das ciências agrárias no Brasil era apresentar respostas para as questões cotidianas dos produtores.

A pesquisa aplicada, com a solução imediata dos problemas do meio rural, dominava as ações dos pesquisadores”, diz o chefe adjunto da Administração da Embrapa Gado de Leite, Antônio Vander. Hoje, a pesquisa aplicada continua tendo um papel importante nas ciências agrárias, mas a pesquisa básica, que busca expandir a fronteira do conhecimento, ocupa um espaço proeminente no cotidiano de uma instituição como Embrapa. “Diferente do passado, quando apresentávamos respostas práticas para os problemas, agora, além de propor novas soluções mais eficazes, buscamos até mesmo nos antecipar ao problema”, explica Duarte Vilela, chefe geral da instituição.

Esta nova postura tem feito com que as pesquisas se distanciem dos campos experimentais e ocorram cada vez mais na bancada dos laboratórios. É o que acontece, por exemplo, com os estudos de reprodução animal.

Na última década as técnicas de Fecundação In Vitro (FIV), clonagem e transgenia tiveram um salto significativo e se apresentaram como uma importante ferramenta para o melhoramento genético dos rebanhos. O Centro Nacional de Recursos Genéticos da Embrapa (Cenargen) é um dos grandes atores dessa evolução. Há seis anos, uma equipe de pesquisadores do Cenargen foi responsável pelo primeiro clone produzido no Brasil, a bezerra Vitória.

Atualmente existem no país cerca de 100 animais clonados. O país é também o que mais utiliza o método de FIV para reprodução de bovinos no mundo, respondendo por mais de 80% dos procedimentos.

Mais informações no site oficial da Embrapa Gado de Leite: http://www.cnpgl.embrapa.br/

Informações: Embrapa Gado de Leite

Centro de Monitoramento da Embrapa Gado de Leite no PR

A convite da Embrapa Gado de Leite de Juiz Fora/MG, a UNIPAR – Universidade Paranaense - tornou-se uma das sedes do ‘Centro de Monitoramento e Vigilância da Residência Antimicrobiana em Bactérias Patogênicas para o Gado de Leite’. Em todo o Brasil, existem apenas sete centros. A Unipar é a única instituição de ensino particular que faz parte do grupo. O projeto é desenvolvido pelo programa de mestrado em Ciência Animal.

O Centro é responsável pela amostragem do rebanho no Estado. As coletas são feitas em Realeza/PR, que possui uma das bacias leiteiras mais significativas do Estado. A Latco, laticínio responsável pelo beneficiamento de leite na região, é parceira do projeto.

Os trabalhos de laboratório são conduzidos pela professora doutora Lisiane de Almeida Martins, com uma equipe de estudantes do mestrado e do curso de graduação em Medicina Veterinária. “A Unipar foi uma das escolhidas pelas pesquisas com foco na epidemiologia de mastite que desenvolve na região, desde 2006”, explica a professora.

Leia a reportagem na íntegra no link abaixo:

http://www.unipar.br/noticias/2011/12/30/unipar-e-uma-das-sedes-no-brasil-do-centro-de-monitoramento-da-embrapa-gado-de-leite/

União de entidades contra doença hereditária em zebuínos

A Embrapa Gado de Leite e a Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ) iniciam este mês uma pesquisa que terá como finalidade fazer um levantamento genômico de doenças hereditárias em animais das raças zebuínas.

O projeto começa assim que os técnicos da ABCZ coletarem as amostras de sangue dos animais identificados como portadores destas doenças.

Posteriormente, o material será enviado à Embrapa Gado de Leite e encaminhado ao pesquisador da Unidade, Marcos Vinicius Barbosa.

Mais informações no portal da Embrapa Gado de Leite: http://www.cnpgl.embrapa.br/

Parâmetros de qualidade de leite poderá ser decidida só em 2016

De acordo com informação divulgada no portal oficial da Embrapa Gado de Leite, os novos parâmetros para qualidade do leite estabelecidos pela Instrução Normativa 51 (IN51), que deveriam ter entrado em vigor este ano podem ser adiados para 2016.

Isto é o que prevê uma proposta da Embrapa enviada à Câmara Setorial do Leite e Derivados, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Nesta quarta-feira (14), pesquisadores da Embrapa e técnicos da Câmara se reunirão para analisar a proposta.

Mais informações no site abaixo:

http://www.cnpgl.embrapa.br/

Congresso Internacional do Leite de 2012

De acordo com informações do site da Embrapa Gado de Leite a próxima edição do Congresso Internacional de Leite – edição 2012, será em Goiás.

O anúncio foi feito durante o encerramento do 10º Congresso, que foi realizado em Maceió-AL, dos dias 26 a 28 de outubro.

O evento será realizado de 21 a 23 de novembro de 2012 no Centro de Convenções de Goiânia.

Embrapa Gado de Leite e Federação de Agricultura do Estado de Goiás – FAEG- iniciam ainda este mês as primeiras reuniões para a realização do evento.

Informações Embrapa Gado de Leite