Leilão Top Genética Gir Leiteiro

Acontece no dia 05 de março a 4º edição do Leilão Top Genética, remate realizado na Churrascaria Porcão, em Brasília (DF), a partir das 21 horas.

O evento, promovido pela Fazenda Morro D’água, Fazenda do Basa, Fazenda Sumaúma, Fazenda Coqueiro e Barreiro e Convidados, irão comercializar 32 lotes, entre eles:

Planilha TE de Kubera – Lote 01
Nascimento: 19/12/2005
Produção: 6.437 Kg de leite
VG: 1549.9 Kg de leite
Filha de C.A. Sansão x Biga TE de Kubera, doadora de embriões, 2º maior VG da seleção Morro D’Água. Segue parida de macho do Barbante TE Kubera em 20/10/2011.

Danette Cal – Lote 29
Nascimento: 03/12/2010
VGE: 1789.1 kg de Leite
Proprietário: Gabriel Donato de Andrade – Fazenda Calciolândia
Filha de Vale Ouro TE Silvainia x Abalável CAL. TRaz em sua genealogia os mais importantes raçadores do Gir Leiteiro com destaque para Sansão, Bem Feitor, Caju e Cadarso.

O leilão será transmitido ao vivo pelo Canal Rural!

Participe!

Teste de Progênie ABCGIL-EMBRAPA – como participar

André Rabelo Fernandes, Zootecnista e Coordenador Operacional do PNMGL – ABCGIL/Embrapa (Programa Nacional de Melhoramento do Gir Leiteiro) divulgou na edição 190 da revista O Zebu no Brasil – informações importantes sobre como o criador pode participar do Teste de Progênie ABCGIL-EMBRAPA.

Confira o passo a passo para o enquadramento dos rebanhos no PNMGL:

– É necessário que haja na propriedade uma estrutura mínima para a utilização da inseminação artificial, como equipamentos para manuseio do sêmen e botijão de armazenamento;

– O sêmen é fornecido gratuitamente aos rebanhos colaboradores na proporção de duas doses de sêmen para cada ventre disponibilizado;

– O sêmen é identificado através de códigos secretos, cada touro possui três códigos;

– O sêmen deve ser utilizado nas matrizes colaboradoras de forma aleatória durante o período de um ano;

– O rebanho deverá possuir boa escrituração zootécnica, fornecendo ao programa todas as informações necessárias referentes à utilização do sêmen, sobre as progênies e matrizes colaboradoras;

-O produtor deverá fornecer os dados da progênies dos touros em teste aos técnicos do programa durante as visitas de acompanhamento, com a frequência de duas a três vezes por ano;

– O Produtor deverá se comprometer por contrato a reter as filhas dos touros em teste até o final da 1º lacração, não sendo permitida a venda até o encerramento;

– Deverá ser feito o controle leiteiro (pesagens de leite mensais) das filhas do touros na sua 1º lactação e suas respectivas companheiras de rebanho. Caso o produtor de gado Mestiço não tenha implantado ainda em sua propriedade a prática de controle leiteiro, será este então subsidiado pela ABCGIL através de controles credenciados pelo PNMGL;

– Os machos provenientes do sêmen pelo Teste de Progênie não são utilizados para as avaliações, podendo ser mantidos, descartados ou comerializados conforme a necessidade do produtor;

– Todas as despesas e custos com controladores leiteiros, visitas técnicas e distribução de sêmen serão por conta da ABCGIL;

– Os rebanhos que não cumprirem as normas do programa, automaticamente deixarão de receber o sêmen dos grupos de touros que vierem a ser inscritos e distribuídos pela ABCGIL e Embarap Gado de Leite.

Mais informações podem ser obtidas na Revista O Zebu!