CONFINAR 2012 acontece essa semana em Campo Grande

Nos dias 8 e 9 de junho de 2012 acontecerá em Campo Grande (MS), no Centro Rubens Gil de Camillo, o Confinar 2012, simpósio com foco em confinamento no Mato Grosso do Sul. O estado possui um dos principais rebanhos comerciais do Brasil.

Segundo informações dos organizadores do evento, neste ano o Brasil deve aumentar em 15% o número de animais abatidos terminados em confinamento, cerca de 4 milhões de bovinos, aumento de 1000% em relação a dez anos atrás, quando abatia 400 mil cabeças em 2002.

As inscrições podem ser feitas no site oficial do evento: http://confinar.net/sistematuse/Modulos/processo/painel.html.

Confira a programação:

Sexta-feira, dia 8 de junho de 2012

7h00: Inscrições e retiradas de material
8h00: Abertura
8h30: Competitividade e sustentabilidade da pecuária brasileira.
Sérgio de Zen, Engenheiro Agrônomo, Mestre e Professor Doutor em Economia Aplicada da Esalq/USP e responsável pelas pesquisas de carnes e leite do Cepea.

9h15: O mercado e o boi: para onde devemos olhar?
– Rogério Goulart, Administrador de Empresas pela PUC-SP, Pecuarista e Editor da Carta Pecuária.

10h15: O desempenho no confinamento visto desde o desmame: uma abordagem sistêmica
– Gustavo Rezende Siqueira, Zootecnista pela UFLA, Doutor em Zootecnia pela UNESP/Jaboticabal e Pesquisador da APTA Regional – Alta Mogiana.

11h00: Legislação ambiental aplicada ao confinamento e o novo código florestal
– Josimar França da Silva, Engenheiro Agrônomo e Consultor Ambiental da Toposat Engenharia.

12h00: Almoço

14h00: Planejando a estrutura de um confinamento dentro da realidade brasileira
– Ânderson Vargas, Zootecnista com Mestrado em Nutrição e Melhoramento Animal pela UNESP/Botucatu e Gerente Técnico do JBS Confinamento Brasil.

14h45: Planejamento nutricional e análise técnico-econômica no confinamento
– Paulo Araripe, sócio-consultor da Projepec e Consultor de Clientes Bellman.

15h45: Terceirização da engorda em confinamento: estratégias e viabilidade
– Walter Patrizi, Médico Veterinário pela UFMS, mestre em nutrição de ruminantes pela UFMG e Gerente de Confinamento do Grupo Prodap.

16h30: A importância e os avanços da nutrição protéica em confinamento (tema)
– Simon Timmermans, Médico Veterinário e mestre em nutrição de ruminantes pela Washington State University.

Sábado, dia 9 de junho de 2012

8h: Gerenciamento da informação e avaliação dos resultados do confinamento
– Rodrigo Spengler, médico veterinário especialista em nutrição de ruminantes e consultor em negócios pecuários, titular da Beef Tec.

8h45: A saúde animal e sua importância no desempenho de bois confinados
– Lupércio de Antônio Junior, Médico Veterinário pela UEL, Especialista em Reprodução Bovina e Gerente de Clientes Especiais da Pfizer Saúde Animal.

9h45: Manejo alimentar em confinamento: conceitos atuais
– Rafael Cervieri, zootecnista com doutorado em nutrição e produção animal pela Unesp/Botucatu e consultor da Nutribeef Consultoria.

10h30: Bactérias como probióticos em confinamentos: a experiência dos EUA
– Renato Schmidt, engenheiro agrônomo pela UFV/MG, mestre em qualidade e produtividade animal pela FZEA/USP, PhD em Zootecnia pela University of Delaware (EUA) e gerente técnico e supervisor da área de pesquisa e desenvolvimento de novos produtos da Lallemand Animal Nutrition/América do Norte.

11h15: Confinamento sem volumoso: uma nova tecnologia
– Gustavo Devides Nogueira de Oliveira, Engenheiro Agrônomo, Especialista em Nutrição de Ruminantes e Pastagens e Gerente de Produtos de Ruminantes da Socil/Evialis.

12h15: Almoço

14h: Tomada de decisão na escolha de volumosos para confinamento
– Luiz Gustavo Nussio, Engenheiro Agrônomo, Mestre pela Esalq/USP, Pós-Doutor em Nutrição Animal e Conservação de Forrageiras pela Universidade do Arizona/EUA e Professor do Departamento de Zootecnia da Esalq/USP.

14h45: Os hábitos dos confinamentos eficazes: uma abordagem sobre nutrição e manejo
– Pedro Terêncio, Médico Veterinário pela FMVZ/USP, Especialista em Nutrição Animal pela ESALQ/USP e Gerente Técnico de Ruminantes da Phibro Animal Health.

15h45: Confinamento x sustentabilidade: verdades e mitos
– Tiago Zanett Albertini, Médico Veterinário pela UFMS, Mestre e Doutor em Ciência Animal e Pastagens pela ESALQ/USP, Pós-Doutorando e Pesquisador da Embrapa Gado de Corte.

16h30: Benefícios do confinamento para a qualidade da carne bovina
– Eduardo Krisztán Pedroso, Zootecnista pela FZEA-USP, Especialista em Gestão da Qualidade e Segurança dos Alimentos pela FEA-Unicamp, MBA em Gestão Comercial pela FGV-Campinas e Sócio-Consultor da Comprovar.

Informações Bonito Pantanal WordPress 

Abertas inscrições para eventos da cadeia leiteira em MS

O Encontro Sul-Mato-Grossense da Qualidade do Leite e o 15° Encontro Técnico do Leite, eventos que deverão reunir cerca de mil pessoas interessadas em discussões sobre melhorias da cadeia leiteira de Mato Grosso do Sul e região, estão com as inscrições abertas por meio do site do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Senar/MS, no link www.senarms.org.br.

Os eventos serão no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, nos dias 14 e 15 de maio.

Empresários do leite, jornalistas, estudantes e produtores rurais são o público alvo desses eventos que juntos deverão se consolidar em um dos maiores encontros realizados do setor em MS. Para participar os interessados deverão acessar o site do Senar/MS e preencher a ficha de inscrição. A taxa para participar do evento varia de R$ 20 a R$ 60, dependendo da data da inscrição.

O evento acontecerá no Auditório Manoel de Barros, no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camilo, e sua programação se estenderá das 13h as 19h no dia 14 de maio, e das 8 horas as 18h30 no dia 15 de maio. O evento é realizado pela Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul – Famasul, Senar/MS, Funar, Governo de MS e Sindicato Rural de Campo Grande, conta com o patrocínio da Organização das Cooperativas Brasil – OCB/MS – e o apoio da Câmara Setorial do Leite.

IAGRO MS e Agenfas tem novo horário de atendimento

A partir de fevereiro, as Agências Fazendárias (Agenfa) e Agência Estadual de Defesa Sanitária, Animal e Vegetal – IAGRO MS –  funcionam em novo horário, assim como seus servidores.

De acordo com o decreto publicado no dia 04 de fevereiro no Diário Oficial de MS, para as Agências Fazendárias dos municípios de Aquidauana, Bataguassu, Campo grande, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Dourados, Jardim, Mundo Novo, Naviraí, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã, São Gabriel do Oeste e Três Lagoas, o horário de funcionamento será das 7h30 às 17h30, ininterruptamente.

Para as demais Agências Fazendárias o funcionamento será das 7h30 às 13h30 e para as agências da Iagro, será das 7h às 11h e das 13h às 17h.

A jornada de trabalho dos servidores em exercício nas Agências Fazendárias nos municípios citados (Aquidauana, Bataguassu, Campo Grande, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Dourados, Jardim, Mundo Novo, Naviraí, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã, São Gabriel do Oeste e Três Lagoas) e no Iagro será de 8 horas diárias ou de 40 horas semanais.

Informações Novilho Precoce 

Fiscais do IAGRO MS e militares se unem para fiscalizar barreiras

O Ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho, visitará o Mato Grosso do Sul na próxima sexta-feira para acompanhar a fiscalização na região no combate à febre aftosa. O apoio das Forças Armadas às ações de prevenção na fronteira do Mato Grosso do Sul com o Paraguai teve início ontem, 4 de janeiro.

Os militares atuam em parceria com os fiscais da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro) em cinco pontos considerados de maior risco para a entrada do novo vírus identificado no país vizinho. As atividades de inspeção também estão sendo realizadas em 14 postos fixos e em 10 barreiras volantes em toda a fronteira do estado.

O ministro da Agricultura viaja a Mato Grosso do Sul nesta sexta-feira, 6 de janeiro. Pela manhã ele vai a Ponta Porã para fazer visitas aos locais de inspeção e acompanhar o trabalho de fiscalização.

Em Campo Grande, Mendes Ribeiro Filho se reúne com o governador André Puccineli e com representantes da Superintendência Federal de Agricultura e da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Agropecuário.

Outros Estados

No Paraná, a fiscalização será reforçada a partir de amanhã, 5 de janeiro, com o funcionamento de arcolúvios para a desinfecção de veículos procedentes do Paraguai, nas cidades de Guairá, Santa Helena e Foz do Iguaçu. O Rio Grande do Sul implantou quatro barreiras volantes para fiscalizar a fronteira com a Argentina. Todos os postos do Sistema de Vigilância Agropecuária (Vigiagro) do estado também foram fortalecidos.
Em Santa Catarina, as atividades de fiscalização serão ampliadas a partir desta quinta-feira. Além de intensificar o controle nas unidades do Vigiagro, as autoridades estaduais estão em contato com o Serviço Nacional de Sanidade e Qualidade Agroalimentar (Senasa) da Argentina para realizar um trabalho conjunto de controle de trânsito na divisa.

Informações Assessoria de Comunicação do MAPA

Fundação lança Livro sobre Integração – Lavoura-Pecuária-Floresta

A Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais (FEPAF) lançou recentemente o Livro “Integração Lavoura-Pecuária-Floresta – alguns exemplos no Brasil Central”.

O livro é resultado de uma expedição realizada em 2009, composta por cerca de 40 alunos da Faculdade de Ciências Agronômicas, que visitaram propriedades rurais de Goiás, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais, onde existe o sistema de integração lavoura-pecuária.

A expedição percorreu aproximadamente 3800 km durante sete dias.

O livro custa R$ 20,00 (vinte reais) e pode ser adquirido através do e-mail:  publicacao@fepaf.org.br

Foto: Divulgação Fepaf